Tamanho do texto

Fluxo cambial volta a encerrar em patamares positivos, após perdas de US$ 639 milhões em março

O fluxo cambial encerrou o mês de abril com saldo positivo de US$ 2,248 bilhões, segundo informou hoje o Banco Central (BC). O fluxo comercial no mês passado foi negativo em US$ 639 milhões, resultado de exportações de US$ 12,750 bilhões e importações de US$ 13,389 bilhões. Já o fluxo financeiro foi positivo em abril em US$ 2,887 bilhões, resultado de ingressos de US$ 27,897 bilhões e saídas de US$ 25,010 bilhões.

Em abril do ano passado, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 1,430 bilhão, com o fluxo comercial registrando superávit de US$ 4,917 bilhões e o financeiro déficit de US$ 3,487 bilhões.

Somente na semana passada, o fluxo cambial foi positivo em US$ 2,257 bilhões. Mas na última semana quem puxou o saldo positivo foi o fluxo comercial, que teve ingresso líquido de US$ 1,592 bilhão. O fluxo financeiro também teve resultado positivo de US$ 664,7 milhões, com destaque para o dia 29, o primeiro após a alta da Selic (a taxa básica de juros da economia) em 0,75 ponto porcentual pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que teve ingresso de US$ 1,160 bilhão.

No acumulado do ano, o fluxo cambial é positivo em US$ 5,038 bilhões, ante déficit de US$ 1,544 bilhão no período de janeiro a abril de 2009. O fluxo comercial no primeiro quadrimestre ficou negativo em US$ 670 milhões, resultado de exportações de US$ 49,779 bilhões e importações de US$ 50,449 bilhões. Em igual período do ano passado, o fluxo comercial era positivo em US$ 11,424 bilhões, resultado de exportações de US$ 46,745 bilhões e importações de US$ 35,321 bilhões.

O fluxo financeiro de janeiro a abril foi positivo em US$ 5,708 bilhões, ante déficit de US$ 12,968 bilhões em igual período do ano passado. Os ingressos no ano somam US$ 102,574 bilhões (US$ 78,068 em igual período de 2009) e as saídas US$ 96,866 bilhões (US$ 91,036 em igual período do ano anterior). A posição dos bancos em câmbio fechou abril vendida em US$ 2,983 bilhões. Em março, os bancos estavam comprados em US$ 453 milhões e, em abril de 2009, comprados em US$ 1,257 bilhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.