Tamanho do texto

Com o resultado, saldo no ano chega a 2,2 milhões de vagas e reforça 2010 como o melhor período em geração de empregos na história

A geração de empregos formais no País em setembro foi de 246.875 postos em setembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).  O resultado ficou abaixo da projeção dos analistas que previam um resultado próximo a 300 mil postos de trabalho.

No acumulado do ano, até setembro, o País registra um saldo líquido de 2.201.406 milhões de vagas formais de trabalho. Esse resultado reforça 2010 como o melhor ano em geração de empregos na história do País. O recorde anterior havia sido registrado em 2007. Naquele ano, o saldo de postos de trabalho formais atingiu 1.617.392.

O recorde para o mês de setembro foi de 282.841 postos de trabalho de saldo líquido registrados em setembro 2008, quando houve o início da crise financeira internacional após a quebra do banco americano Lehman Brothers. O melhor resultado mensal da história no mercado de trabalho foi registrado em junho de 2008, quando o saldo líquido de empregos atingiu 309.442 postos formais.

Na véspera das comemorações do Dia do Trabalho, o ministro do Trabalho e Emprego Carlos Lupi havia divulgado a ampliação da meta de geração de empregos com carteira assinada no País de 2 milhões para 2,5 milhões para este ano, após os sucessivos resultados recordes registrados pelo Caged até aquele momento.

Mercado de trabalho

Resultado anual do Caged - em milhares de vagas

Gerando gráfico...
Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - * Dados consolidados até setembro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.