Tamanho do texto

A posição do Brasil nas negociações da OMC (Organização Mundial do Comércio) vem provocando tensões no Mercosul, afirmou neste sábado à AFP o diplomata argentino Alfredo Chiaradia.

"A posição brasileira criou uma tensão, mas não por nossa causa", indicou o chefe dos negociadores argentinos na OMC.

As principais potências comerciais que negociam na OMC chegaram a um consenso sexta-feira sobre um esboço do acordo, dando novas esperanças a uma conclusão para a Rodada de Doha de liberalização mundial do comércio, iniciada há sete anos.

O Brasil indicou que está pronto a aceitar o acordo, mas a Argentina não.

O Mercosul, união aduaneira entre quatro países latino-americanos (Argentina, Brasil, PAraguai e uruguai), foi fundado em 1991.

js/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.