Tamanho do texto

SÃO PAULO - A OGX apontou a presença de hidrocarbonetos em seção do poço 3-OGX-9DB-RJS, no bloco BM-C-41, em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos. "Este é o primeiro poço delimitatório da acumulação de Vesúvio, descoberta pelo poço OGX-1, e também teve como objetivo reservatórios arenosos, também de idade eocênica, mas não atingidos pelo poço anterior", explicou em nota.

SÃO PAULO - A OGX apontou a presença de hidrocarbonetos em seção do poço 3-OGX-9DB-RJS, no bloco BM-C-41, em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos. "Este é o primeiro poço delimitatório da acumulação de Vesúvio, descoberta pelo poço OGX-1, e também teve como objetivo reservatórios arenosos, também de idade eocênica, mas não atingidos pelo poço anterior", explicou em nota. Para a empresa, o poço OGX-9DB, que se encontra a 87 km da costa do Rio de Janeiro, reforça o grande potencial da Bacia de Campos em diversas idades geológicas. (Juliana Cardoso | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.