Tamanho do texto

Atenas, 14 jun (EFE).- Uma delegação do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Comissão Europeia (órgão Executivo da União Europeia) deve iniciar hoje uma visita de inspeção em Atenas para examinar com as autoridades gregas o cumprimento das medidas de austeridade, informaram hoje as autoridades.

Atenas, 14 jun (EFE).- Uma delegação do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Comissão Europeia (órgão Executivo da União Europeia) deve iniciar hoje uma visita de inspeção em Atenas para examinar com as autoridades gregas o cumprimento das medidas de austeridade, informaram hoje as autoridades. A delegação composta de 22 especialistas examinará até na sexta-feira o desenvolvimento das medidas assumidas pelo executivo socialista grego para aumentar a receita do Estado e reduzir as despesas, e as mudanças no setor da Saúde e de previdência. No final da visita, espera-se que os observadores apresentem suas recomendações para que a Grécia no fim de julho esteja em condições de cumprir com os requisitos para receber o segundo lance de ajuda externa de nove bilhões de euros. O ministro de Finanças grego, Yorgos Papaconstantinu, afirmou no domingo em entrevista a um jornal local que a Grécia "está no caminho correto" e que se "cumpriu quase com todos os requisitos". Especificou que os orçamentos apresentaram uma redução de 40% em relação ao ano passado e afirmou que não serão necessárias novas medidas. A UE e o FMI emprestaram em maio passado à Grécia 110 bilhões para os próximos três anos, em troca da redução do déficit fiscal de forma gradual de 13,6% no ano passado até menos de 3% em três anos. EFE afb/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.