Tamanho do texto

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai se reunir com o presidente da China, Hu Jintao, antes da cúpula do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), na Coreia do Sul, em novembro

selo

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai se reunir com o presidente da China, Hu Jintao, antes da cúpula do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), na Coreia do Sul, em novembro. A Casa Branca informou que no encontro as duas autoridades vão discutir uma série de questões econômicas.

Essa será a sétima vez que os dois líderes se reúnem, segundo Ben Rhodes, vice-consultor de segurança nacional para comunicação estratégica dos EUA. O encontro ocorrerá em um momento no qual o governo norte-americano tem cada vez mais pressionado a China a deixar sua moeda se valorizar.

A Casa Branca já havia afirmado anteriormente que as duas autoridades se reuniriam e discutiriam vários assuntos ligados à economia. Entre as questões que poderão ser tratadas estão as atuais preocupações de que a China esteja restringindo as exportações de elementos do grupo químico terras raras, que são usados na produção de muitos aparelhos eletrônicos.

O governo dos EUA não forneceu maiores detalhes sobre o que Obama e Hu vão conversar, dizendo que as informações serão divulgadas na segunda-feira, em um informe separado sobre o G-20. Na semana passada, EUA, China e outros membros do G-20 chegaram a um acordo para manter suas balanças comerciais em níveis sustentáveis. Embora o nível para as balanças não tenha sido definido, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, afirmou achar que um limite de 4% nos superávits comerciais é uma boa marca. O déficit comercial dos EUA atualmente é de 3,2%, enquanto o superávit da China é de 4,7%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.