Tamanho do texto

(embargada até as 9h de Brasília de sábado, 31) Washington, 31 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu hoje ao Senado que aprove o plano de estímulo econômico que, segundo ele, criará mais de três milhões de empregos em dois anos.

Em seu discurso por rádio de sábado, Obama afirma que "com tanto em jogo, simplesmente não se pode permitir o mesmo bloqueio e as mesmas posturas partidárias de sempre em Washington".

"É hora de nos movimentarmos em uma nova direção", afirmou.

Para enfrentar a crise Obama propõe um plano de estímulo econômico que, dotado de US$ 819 bilhões, a Câmara dos Representantes já aprovou esta semana.

"Os americanos sabem que nossa recuperação econômica levará anos, não meses, mas terão pouca paciência se permitimos que a política interfira na hora de tomar medidas", destacou Obama.

"Peço ao Senado que aprove este plano, para que o povo possa voltar ao trabalho e começar a longa e dura tarefa de tirar a nossa economia da crise", disse o presidente americano.

Obama prometeu ainda que o secretário do Tesouro, Tim Geithner, anunciará "em breve" uma nova estratégia para reativar o sistema financeiro. EFE mv/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.