Tamanho do texto

Toronto (Canadá), 27 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou hoje sua "satisfação" pela decisão da Espanha de publicar as provas de solvência de suas entidades bancárias.

Toronto (Canadá), 27 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou hoje sua "satisfação" pela decisão da Espanha de publicar as provas de solvência de suas entidades bancárias. Obama transferiu esta mensagem ao chefe do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, na reunião bilateral que manteve com ele durante o fórum do Grupo dos Vinte (G20, principais países ricos e emergentes) realizado neste fim de semana em Toronto (Canadá). "Obama transmitiu sua satisfação pelo rumo que tínhamos dado, de maneira muito especial com a decisão de tornar públicos os 'teste de solvência' das entidades financeiras no âmbito da Espanha e depois, transferir a proposta ao âmbito da UE", comentou Zapatero. O Banco da Espanha anunciou no último dia 16 que divulgaria o resultado das provas realizadas pelas entidades bancárias espanholas. No dia seguinte, durante o Conselho Europeu de Bruxelas, foi divulgado que o Santander e o BBVA eram as duas entidades financeiras melhor qualificadas pelo Comitê Europeu de Supervisores bancários. Nessa cúpula os líderes europeus decidiram publicar os exames de solvência dos bancos europeus no mais tardar na segunda metade de julho. Zapatero afirmou que na reunião com Obama e com sua equipe econômica, o presidente americano voltou a manifestar seu apoio ao "rumo" que o Governo espanhol "imprimiu" às reformas aprovadas para fazer frente à crise, como a do mercado de trabalho. O presidente americano ligou no dia 21 para Zapatero para transmitir-lhe esta mensagem. Obama disse que o plano de ajuste encaminhado para reduzir o déficit ia em boa direção porque era compatível com um futuro de crescimento econômico. Antes dessa conversa, houve uma primeira, mantida no dia 11 de maio, na qual o presidente dos Estados Unidos já qualificou de "audazes" as decisões que Zapatero tinha começado a tomar neste terreno. EFE nl-cpg/pb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.