Tamanho do texto

O Grupo Estado realiza hoje o debate O Brasil e a Crise, sobre os efeitos da crise financeira internacional na economia do País. Com transmissão ao vivo pela TV Estadão (www.

estadao.com.br), o debate contará com a participação do ex-ministro Delfim Netto, do economista Luiz Gonzaga Belluzzo, do diretor setorial de Economia da Febraban, Tomás Málaga, do economista-chefe para América Latina do UBS Pactual, Eduardo Loyo, do economista-chefe para América Latina do Santander, Alexandre Schwartsman, e do presidente da Coteminas e do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), Josué Gomes da Silva. A mediação é do jornalista Celso Ming.

Parte da série Debates, o encontro ocorre das 10 às 13 horas. Os interessados em participar poderão enviar perguntas para debate@estadao.com.br.

O vídeo com ficará disponível aos interessados no portal de notícias do jornal O Estado de S. Paulo (www.estadao.com.br). Um resumo dos principais pontos abordados será publicado na edição de amanhã do jornal Estado e do Jornal da Tarde.

O debate "O Brasil e a Crise" é uma iniciativa dos jornais Estado e Jornal da Tarde, do portal Estadão.com.br, da Agência Estado e da Rádio Eldorado. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.