Tamanho do texto

Nove países da União Européia (UE), entre os que mais se opõem às propostas do diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, reuniram-se na noite desta segunda-feira, em Genebra, para tentar estabelecer uma posição comum, informou uma fonte diplomática italiana.

A reunião aconteceu na missão italiana na OMC, em Genebra, e contou com a participação de negociadores de Itália, França, Irlanda, Polônia, Hungria, Grécia, Portugal, Lituânia e Chipre.

O porta-voz do vice-ministro italiano para o Desenvolvimento Econômico, Adolfo Urso, disse que esses países se batizaram de "o clube dos voluntários", e que o encontro foi "uma reunião política antes da reunião do conselho (de ministros europeus do Comércio) de amanhã (terça-feira)".

"Esperamos poder mudar o curso das coisas na OMC", disse o porta-voz de Urso, após o encontro dos nove ministros.

"Esse grupo de países pode pressionar a UE e o negociador europeu, Peter Mandelson, para conseguir avanços" nas denominações de origem que Itália e outros 11 países querem proteger melhor por intermédio da OMC, destacou o porta-voz.

Segundo uma fonte italiana, "muitas nuvens pairam sobre as negociações, principalmente sobre a questão do acesso aos mercados dos países emergentes, como a China, a Índia e o Brasil".

A proposta apresentada por Lamy foi considerada pelo "clube dos voluntários" "muito desequilibrada, com uma Europa que dá muito, talvez até demais, e que obtém pouco".

Pouco antes, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, expressou sua "preocupação com a falta de avanços" nas negociações na OMC sobre a liberalização do comércio mundial.

O governo francês já informou que Paris não firmará "como está" o projeto de acordo na OMC, pois "não inclui qualquer avanço em assuntos essenciais", como "a proteção de indicações geográficas de procedência" (os certificados de procedência) e "a defesa dos interesses industriais europeus diante dos países emergentes".

bur/yw/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.