Tamanho do texto

SÃO PAULO - A multinacional suíça do setor farmacêutico Novartis anunciou nesta quarta-feira um lucro líquido de US$ 8,163 bilhões no acumulado de 2008, o que representa um aumento de 25% ante o ano anterior. As vendas líquidas da empresa cresceram 9% neste período, passando de US$ 38,072 bilhões em 2007 para US$ 41,459 bilhões. No Brasil, as vendas cresceram 5%, somando receita líquida de R$ 1,814 bilhão.

Este resultado foi motivado principalmente pelos dados do quarto trimestre do ano passado, que apresentou um aumento de 62% no lucro líquido da companhia, saindo de US$ 931 milhões no mesmo período de 2007, para US$ 1,507 bilhões nos últimos três meses de 2008.

No ano anterior, as vendas líquidas acumularam US$ 9,931 bilhões, sendo que no quarto trimestre de 2008, o montante foi de US$ 10,077 bilhões, um aumento de 1%.

Os resultados foram impulsionados pelos remédios para pressão sanguínea e pelos tratamentos de câncer. "O crescimento da companhia no ano passado foi complementado pelas aquisições e pelos investimentos estratégicos, sendo que o mais importante foi a compra de 25% da Alcon", afirmou o diretor-executivo da Novartis, Daniel Vasella.

Em abril do ano passado, a Novartis fechou um acordo de cerca de US$ 39 bilhões pela participação de controle na Alcon, empresa fabricante de produtos oftalmológicos.

No entanto, os resultados dos últimos três meses do ano vieram abaixo das expectativas do mercado, que aguardava um lucro líquido de cerca US$ 1,9 bilhão. Os impactos da volatilidade do câmbio e a competição dos medicamentos genéricos vêm limitando os ganhos da empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.