Tamanho do texto

Nova York perderá pelo menos 225 mil vagas de trabalho, em conseqüência da crise que abala os EUA e seu sistema financeiro, anunciou o chefe da Controladoria estadual, Thomas DiNapoli.

"A perda total de empregos no setor privado no período de dois anos (iniciado em outubro de 2007) pode alcançar 225.000 para o Estado de Nova York, incluindo 175.000 na cidade de Nova York", alertou DiNapoli.

Segundo ele, "as perdas de emprego podem ser ainda maiores, se as dificuldades forem piores e mais longas do que o atualmente previsto".

Em um relatório, DiNapoli disse que tanto a cidade quanto o Estado dependem tanto da atividade em Wall Street, por meio dos impostos, que podem precisar de "uma assistência federal para navegar por essas águas desconhecidas".

O informe prevê menos 48.000 empregos no setor de serviços financeiros da cidade de Nova York.

sms/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.