Tamanho do texto

RIO - O comando da empresa norueguesa Statoil Hydro vai mudar de mãos a partir de 1º de agosto deste ano. Jorge Camargo, que comanda a companhia no país desde 2005, dará lugar ao norueguês Kjetil Hove.

O executivo brasileiro continuará trabalhando na empresa em tempo parcial, como consultor sênior.

Hove já tem conhecimento sobre o principal ativo da empresa no Brasil: o campo de Peregrino, na Bacia de Campos (RJ). A produção inicial de petróleo no local deve começar em 2011. O executivo norueguês era diretor do projeto na época em que a companhia adquiriu sua primeira participação no bloco, que hoje controla integralmente.

Hove chega ao Brasil em um momento em que a empresa pretende investir entre US$ 5 bilhões e US$ 10 bilhões no país nos próximos cinco a dez anos. O principal foco da Statoil está em ativos de exploração e produção em águas profundas. Além de Peregrino, a empresa detém outras sete licenças para operar no Brasil.

A expectativa da companhia é de atingir em 2012 o posto de segunda maior produtora de petróleo do Brasil, atrás apenas da Petrobras, com os 100 mil barris diários que deverão ser retirados de Peregrino.

Camargo não descartou a possibilidade de que as reservas do campo, atualmente estimadas em 500 milhões de barris, cresçam, uma vez que a Statoil planeja realizar perfurações adicionais ao sul da região, na busca de novos reservatórios.

Sobre sua saída, Camargo demonstrou tranquilidade. "A nova fase combina melhor com os meus objetivos na atual fase da vida", brincou o executivo, que, antes de entrar na Statoil, em 2003, trabalhou por 20 anos na Petrobras.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.