Tamanho do texto

Presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy, disse ainda que "as reformas devem continuar"

selo

O presidente da União Europeia (UE), Herman Van Rompuy, pediu à Grécia responsabilidade nos ajustes das despesas públicas e afirmou que agora "não é o momento para política partidária" no país, acrescentando que "há muita coisa em risco" e que os gregos sabem disso. "Esse não é um momento para divisões, mas para uma ação em união", disse Rompuy, durante um discurso à UE.

O presidente europeu também reconheceu que os programas de austeridade fiscal aplicados à Grécia, à Irlanda e a Portugal "são uma pílula amarga", mas expressou confiança na capacidade dos três países para resolver seus problemas. "As reformas devem continuar", acrescentou.

"O destino de cada país está ligado ao destino do todo", afirmou Rompuy, referindo-se à zona do euro. "Não podemos ter apenas uma moeda e 17 políticas divergentes." As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.