Tamanho do texto

O sonho do Nano, que promete ser o carro mais barato do mundo, pode virar pesadelo para a Tata. Segundo especialistas ouvidos pelo jornal britânico The Times, se for vendido pelos US$ 2,5 mil previstos inicialmente, a fabricante indiana pode ter prejuízo por causa do alto custo das matérias-primas.

O modelo deverá ser lançado no fim do ano.

O presidente da fabricante, Ratan Tata, disse recentemente a investidores que está vivendo um dilema. "Se nós passarmos todos os custos para o cliente, isso vai afetar a demanda. Se não passarmos, afetará as margens de lucro."

Conforme o consultor Ian Fletcher, da Global Insight, é improvável que o valor de 100 mil rupias (US$ 2,5 mil dólares) seja mantido por mais de três meses.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.