Tamanho do texto

Receita operacional sobe 40% em relação ao mesmo período de 2010, para R$ 988 milhões

SÃO PAULO - A companhia mineira MRV, maior empresa de construção popular do país, teve lucro líquido de R$ 189 milhões no segundo trimestre, alta de 26,1% sobre o mesmo período do ano passado e de 24,4% na comparação com o primeiro trimestre de 2011.

A margem líquida, que havia caído para 17,6% no quarto trimestre de 2010, em função de estouros no orçamento, subiu para 19% de janeiro a março e para 19,2% no segundo trimestre de 2011. A receita operacional líquida, entre abril e junho, foi de R$ 988 milhões, alta de 40,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 255 milhões, uma elevação de 35,4% sobre os R$ 188 milhões obtidos no segundo trimestre do ano passado. Com um total de R$ 751,1 milhões, os lançamentos da companhia caíram 33% em relação ao segundo trimestre do ano passado. As vendas contratadas recuaram 1,4% - a empresa atingiu 40% do ponto médio da previsão para o ano. O caixa líquido da companhia está em R$ 1,14 bilhão. A relação dívida líquida sobre patrimônio líquido é de 33,6%.

Em julho de 2011, a empresa fez sua quinta emissão de debêntures no valor de R$ 500 milhões com prazo de vencimento final de cinco anos. O banco de terrenos da MRV cresceu 15,6% em relação a 31 de março e atingiu um potencial de vendas de R$ 16,3 bilhões.

(Daniela D'Ambrosio | Valor)