Tamanho do texto

São Paulo, 26 - O Morgan Stanley rebaixou sua recomendação para as ações da companhia brasileira de alimentos BRF-Brasil Foods, de "overweight" (compra) para "equalweight" (manter)

selo

São Paulo, 26 - O Morgan Stanley rebaixou sua recomendação para as ações da companhia brasileira de alimentos BRF-Brasil Foods, de "overweight" (compra) para "equalweight" (manter). A companhia foi criada no ano passado, com a fusão entre a Perdigão e a Sadia, as maiores do ramo. Em relatório, o banco de investimentos explica que cortou sua recomendação devido a preocupações quanto à aprovação da fusão pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), custos mais altos de ração e um ciclo de frango no pico. "Em nossa visão, a BRF continuará a ter desempenho em linha com o mercado até a aprovação pelo Cade, provavelmente em 2011", diz o Morgan Stanley. Em junho, a Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda recomendou a aprovação do negócio, com a venda de alguns ativos. O Cade é responsável pela decisão final sobre a questão. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.