Tamanho do texto

Atualmente, a agência está com a perspectiva positiva do rating soberano brasileiro

selo

A agência de classificação de risco Moody’s vai revisar a perspectiva da nota soberana do Brasil no fim deste ano para decidir se elevará ou não o rating do País, informou Mauro Leos, vice-presidente da Moody’s e principal analista da agência para o Brasil.

A Moody’s está com a perspectiva positiva do rating soberano brasileiro, atualmente em Baa2, desde junho do ano passado, quando a agência de classificação de risco melhorou a nota brasileira pela última vez.

Até então, o Brasil era classificado com a nota Baa3. Se decidir elevar o rating, a nota de risco do Brasil subirá para Baa1, igual à do México, mas ainda abaixo da nota do Chile, que está em Aa3, a mais alta na América do Sul.

“Vamos analisar na segunda metade deste ano, porém mais para o final, a nossa posição em relação à perspectiva positiva do rating soberano brasileiro”, afirmou Leos em entrevista exclusiva à Agência Estado durante encontros paralelos à reunião anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), encerrada ontem em Montevidéu. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.