Tamanho do texto

Em Hong Kong, mercado fechou em baixa de 1,75%; esse é o terceiro pregão consecutivo de queda

selo

Os mercados da Ásia apresentaram forte queda nesta quinta-feira. O risco de calote na Grécia e a baixa acentuada em Wall Street contribuíram para o pessimismo dos investidores nas bolsas da região.

A Bolsa de Hong Kong fechou no campo negativo pelo terceiro pregão seguido. O índice Hang Seng caiu 390,66 pontos, ou 1,75%, e terminou aos 21.953,11 pontos, no pior fechamento desde 16 de setembro.

Na China, as bolsas atingiram o pior resultado em mais de oito meses, com as preocupações sobre a adoção de medidas adicionais de aperto monetário. O índice Xangai Composto caiu 1,5% e terminou aos 2.664,28 pontos, o pior fechamento desde 30 de setembro. O índice Shenzhen Composto deslizou 1,9% e terminou aos 1.097,17 pontos.

O yuan se valorizou em relação ao dólar, após os principais bancos locais venderem grande volume da moeda norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,4744 yuans, de 6,4822 yuans do fechamento de quarta-feira. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,4803 yuans, de 6,4796 yuans ontem.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé fechou na maior baixa desde 19 de abril. O índice Taiwan Weighted retrocedeu 2% e encerrou aos 8.654,43 pontos. "Há uma forte pressão por vendas.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul retrocedeu 1,9% e fechou aos 2.046,63 pontos, em meio à saída dos investidores estrangeiros, preocupados com a crise grega.

Na Austrália, a queda do índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney foi a maior das últimas duas semanas. O índice perdeu 1,9% e fechou aos 4.479,2 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, também fechou em baixa. O índice PSE caiu 0,67% e terminou aos 4.173,08 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em baixa em meio aos fracos resultados nos mercados asiáticos, um vez que os investidores estão se desfazendo de ativos de maiores riscos com o crescente temor de calote da dívida soberana da Grécia e especulações sobre novo aperto monetário na China. O índice Straits Times caiu 1,1% e fechou aos 3.020,13 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, cedeu 1,4% e fechou aos 3.740,47 pontos, liderado por vendas em maior volume de blue chips por causa dos problemas da dívida grega e preocupações sobre a recuperação econômica dos EUA.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 1,0% e fechou aos 1.019,55 pontos uma vez que os investidores permaneceram de lado em meio às crescentes preocupações sobre as incertezas políticas locais a virem após as eleições de 3 de julho.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, perdeu 0,1% e fechou aos 1.554,24 pontos, também influenciado pelas preocupações sobre a dívida grega. Mas compras para recomposição de portfólio no final do pregão ajudaram a reduzir as perdas. As informações são da Dow Jones .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.