Tamanho do texto

Dúvidas sobre se medidas de alívio monetário do Banco do Japão vão ajudar a interromper a alta do iene deixam sessão volátil

selo

A Bolsa de Tóquio fechou em queda um pregão agitado ante a incerteza sobre se as tão ansiosamente aguardadas medidas de alívio monetário do Banco do Japão (BoJ, banco central) vão ajudar a interromper a alta do iene. Já as ações do Mizuho Financial Group lideraram uma liquidação de papéis do setor bancário ante a preocupação com o endurecimento das regulações globais de capital. O índice Nikkei 225 declinou 23,17 pontos, ou 0,3%, e fechou aos 9.381,06 pontos.

A sessão foi volátil, com as ações reagindo nervosamente aos movimentos do iene enquanto o BoJ iniciava sua reunião de dois dias do conselho de política monetária. A maioria dos economistas espera que o banco central amplie seu programa de empréstimos especiais. "Há uma opinião disseminada de que o impacto do alívio monetário do BoJ sobre os mercados de câmbio será limitado", disse Masatoshi Sato, estrategista da Mizuho Investors Securities.

Muitos analistas dizem que o Nikkei enfrenta forte resistência em 9.700 pontos, a menos que o BoJ ou o governo anuncie medidas que peguem os investidores desprevenidos.

O sentimento do mercado também foi afetado pelas baixas nas ações dos bancos ante as persistentes preocupações com a possibilidade de que os reguladores globais aumentem as exigências de capital incluídas no acordo Basileia 3, quando se reunirem em novembro, no encontro do G-20 em Seul. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.