Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Tesouro Nacional vendeu 4,025 milhões (R$ 3,23 bilhões) de títulos prefixados em leilão tradicional realizado no final da manhã

SÃO PAULO - O Tesouro Nacional vendeu 4,025 milhões (R$ 3,23 bilhões) de títulos prefixados em leilão tradicional realizado no final da manhã. Pela segunda vez seguida, o Tesouro rejeitou as propostas de preço encaminhadas pelo mercado para a compra do vencimento prefixado de prazo mais longo, a NTN-F janeiro de 2021. Na semana passada, o mercado já elevou o prêmio exigido para a compra desse título, sob influência do anúncio, dois dias antes, de elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 4% para 6% para aplicações de renda fixa de investidores estrangeiros no Brasil. No leilão de hoje, todos os vencimentos de LTN e NTN-F (de outubro de 2011 a janeiro de 2017) registraram elevação das taxas de retorno. O resultado, divulgado há pouco é o seguinte: LTN com vencimento em outubro de 2011 foi vendida à taxa média de 11,2466%, ante 10,75% ao ano do leilão anterior ; LTN janeiro de 2013, a 11,9874%, ante 11,87% ao ano; NTN-F com vencimento em janeiro de 2015, a 11,9979%, contra 11,86% anterior; e janeiro de 2017, a 12,0255%, ante 11,87%. O mercado quita o leilão amanhã cedo. (Angela Bittencourt | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.