Tamanho do texto

A companhia também está negociando uma fusão queo maior negócio ha história no setor de mineração

selo

A gigante suíça Glencore International , maior trading de commodities do mundo, lançou na segunda-feira uma emissão de bônus em duas partes, num momento em que os investidores buscam comprar dívidas de corporações que têm grau de investimento.

A companhia ofereceu aos investidores títulos denominados em euros ou libras esterlinas, uma semana depois de anunciar planos de expandir os seus negócios agrícolas na América do Norte através de uma oferta de 6,1 bilhões de dólares canadenses pela Viterra. Ao mesmo tempo, a Glencore está negociando uma fusão com a mineradora anglo-suíça Xstrata, que criaria uma gigante de commodities com valor de mercado de US$ 90 bilhões e se tornaria o maior negócio da história no setor de mineração.

Para os bônus de seis anos denominados em euros, a Glencore Finance estabeleceu um spread de referência de 250 pontos-base sobre as midswaps (referência para bônus em euros), segundo um dos bancos envolvidos na operação. No caso dos títulos de 10 anos em libras esterlinas, a Glencore estabeleceu uma orientação de 325 pontos-base sobre o gilt correspondente (bônus emitidos pelo Tesouro da Inglaterra). A operação deve ser concluída até o final do dia.

A Glencore não comentou a oferta, mas uma pessoa próxima ao assunto disse que os recursos da operação serão usados para fins corporativos gerais. A Glencore tem cinco séries de bônus que vencem nos próximos cinco anos, denominados em euros, libras esterlinas e francos suíços. Barclays, BNP Paribas, ING Bank e Lloyds Banking Group são os coordenadores da operação. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.