Tamanho do texto

Reguladores do mercado querem saber se certas práticas violam regras contra fraudes

Reguladores dos Estados Unidos estão investigando a prática de executar ordens rápidas de compra e venda de ações e o cancelamento dos negócios quase que imediatamente ("quote stuffing", em inglês), disse nesta terça-feira a chairman da Securities and Exchange Commission (SEC), a autoridade do mercado mobiliário dos EUA, Mary Schapiro.

"A SEC e outros reguladores estão olhando com cuidado para certas práticas para ver se violam as regras existentes contra fraudes e outros comportamentos inadequados", disse Schapiro no Economic Club de Nova York. Agências reguladoras também estão avaliando o tema para ver se há conexão com o misterioso problema em 6 de maio que motivou uma queda expressiva no índice Dow Jones antes de uma instantânea recuperação do mercado acionário norte-americano.

Até agora, a prática de executar ordens de compra e venda de ações e seu cancelamento em seguida não é vista como causa de movimentos bruscos no mercado, segundo fontes. A chairman da SEC, que regula o mercado de capitais dos EUA, disse à Reuters, antes do discurso nesta terça-feira, que um relatório sobre o ocorrido em maio deve ficar pronto até o fim do mês.

A SEC já introduziu um "circuit breaker" para interromper os negócios se uma única ação apresentar queda muito acentuada. Shapiro afirmou que o "circuit breaker" --acionado quando uma ação cai mais de 10% em cinco minutos-- pode ser melhorado. Ela disse que os próximos passos da SEC devem incluir uma revisão cuidadosa dos limites de alta e baixa para prevenir negócios fora de parâmetros específicos. Uma possível regra de limite de alta e baixa, que é usada nos mercados futuros, é vista como uma alternativa ao "circuit breaker".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.