Tamanho do texto

Líder francês visita país asiático para ampliar cooperação bilateral

O presidente chinês, Hu Jintao, se reuniu nesta quinta-feira com seu colega francês, Nicolas Sarkozy, para discutir a crise da dívida na Europa e o próximo encontro do G-20, segundo relato da agência oficial chinesa Xinhua.

"Sua visita reflete a altura da cooperação estratégica China-França", disse Hu para Sarkozy no início da reunião. O presidente chinês afirmou que uma ampliação da cooperação entre os dois países terá um papel importante na recuperação econômica global.

Em relação à crise da dívida na Europa, Hu disse que a China vai manter uma estreita vigilância sobre a situação e espera que as reformas financeiras por parte de alguns países europeus sejam bem sucedidas.

"A China está confiante em relação à economia europeia e ao euro. Acreditamos que a Europa tem a sabedoria e a capacidade de superar as suas dificuldades atuais e manter a estabilidade econômica e o crescimento", afirmou Hu para Sarkozy.

O chinês ainda reforçou o compromisso do país asiático em manter investimento na Europa. "Nós também esperamos que a Europa tome medidas para assegurar que os investimentos chineses estejam seguros", disse Hu.

Sarkozy disse que medidas foram tomadas na Europa para avançar a reforma financeira e aumentar o controle económica na zona euro.

A França sediará neste ano, em Cannes, o encontro da cúpula do G-20, atualmente presidido por Sarkozy. A agência chinesa relatou que Sarkozy reconheceu o importante papel da China na economia mundial e disse que a França irá discutir os principais problemas enfrentados pela economia global com o gigante asiático.

Hu afirmou ainda que as relações bilaterais da China com a França mantiveram um crescimento rápido, citando a cooperação comercial vigorosa e intercâmbios culturais, bem como uma estreita coordenação sobre as grandes questões globais.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.