Tamanho do texto

Segundo o vice-presidente financeiro da instituição, o banco está convencido de que "não há bolha de crédito" no Brasil

O Santander Brasil tem como meta para os próximos anos crescer em ritmo acima do mercado e elevar a rentabilidade, disse nesta terça-feira em encontro com analistas e investidores o vice-presidente da rede de agências do banco, Pedro Coutinho.

"2011 foi um ano de transição, de ganhos de sinergia, agora é hora de crescer", afirmou o executivo. Segundo o vice-presidente financeiro do Santander Brasil, Carlos Galan, o banco está convencido de que "não há bolha de crédito" no país.

A instituição já havia informado anteriormente previsão de alta de sua carteira de crédito de 15% a 17% em 2012, meta que foi reafirmada por executivos do banco nesta terça-feira.

Galan afirmou, ainda, que o banco pretende manter a política de distribuir dividendos representativos de 90% do lucro pelo padrão contábil BR Gaap.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.