Tamanho do texto

SÃO PAULO - Depois de terem iniciado o mês retirando recursos da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), os investidores estrangeiros voltaram a marcar presença no mercado acionário brasileiro

SÃO PAULO - Depois de terem iniciado o mês retirando recursos da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), os investidores estrangeiros voltaram a marcar presença no mercado acionário brasileiro. Entre os dias 11 e 15 de outubro, o saldo de atuação do não residente ficou positivo em R$ 2,019 bilhões, o que ajuda a explicar parte da valorização de 1,44%, para 71.830 pontos, apurada pelo Ibovespa no período. Na semana anterior, o investidor internacional havia retirado R$ 938,2 milhões da Bovespa. Ainda na semana passada, as vendas dos investidores pessoas físicas e institucionais superaram suas compras em R$ 428,5 milhões e em R$ 794,2 milhões, respectivamente. Apenas no dia 15, o saldo de atuação do não residente no mercado brasileiro ficou positivo em R$ 170 milhões. O total ajuda a explicar o avanço de 0,19% do Ibovespa naquela ocasião. O movimento desta última semana levou o fluxo direto do investidor estrangeiro a voltar para o campo positivo na Bovespa, no acumulado do mês. Até sexta-feira passada, a injeção de capital externo superava a retirada em R$ 1,356 bilhão. No ano, o saldo de atuação do não residente no mercado doméstico também segue positivo, em R$ 4,457 bilhões. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.