Tamanho do texto

Mercados fecharam a segunda-feira com ganhos, mesmo após a redução da nota de solvência de nove países da zona do euro

As principais bolsas europeias fecharam a segunda-feira com ganhos, mesmo após a redução da nota de solvência de nove países da zona do euro na sexta-feira pela agência Standard and Poor's.

Leia mais : Bovespa sobe após rebaixamento na Europa

A França, que perdeu o rating de crédito AAA da Standard & Poor's na sexta-feira, vendeu T-bills nesta segunda-feira, com os custos de empréstimo caindo em comparação com os níveis de uma semana atrás. Na sexta-feira, as ações europeias terminaram com leve baixa, com reação mínima às especulações sobre os rebaixamentos, já esperados pelos investidores nas últimas semanas.

Nesta segunda-feira, os mercados subiram em sua maioria. "A notícia ruim da semana passada está gerando pouco impacto nos mercados de ações do Reino Unido e na Europa em geral", afirmou Mike Lenhoff, estrategista-chefe da Brewin Dolphin. "Isso pode ser porque a notícia ruim já estava em grande parte contabilizada", afirmou ele em nota. Outra opção, segundo ele, é que os mercados estavam fechados em Wall Street e os investidores podem estar esperando boas notícias dos EUA.

Em Paris, o índice CAC 40 subiu 0,89%, ficando aos 3.225 pontos, insensível a perda da máxima classificação creditícia da França (AAA), que a Standard and Poor's reduziu em um escalão, para AA+. O mercado parecia ter antecipado a decisão e mostrou inclusive alívio após meses de suspense.

Veja também : Bolsas asiáticas fecham em baixa. Mercado europeu opera em alta

Em Frankfurt, o índice DAX ganhou 1,25%, aos 6.220,01 pontos. A Bolsa de Londres se somou aos ganhos e o índice FTSE 100 subiu um modesto 0,37%, aos 5.657,44 pontos. Já o IBEX 35 da Bolsa de Madri terminou quase estável (-0,01%), aos 8.449,6 pontos, após a Standard and Poor's reduzir a nota espanhola em dois escalões na na sexta-feira.

(com AE)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas