Tamanho do texto

Em Tóquio, índice Nikkei teve queda de 0,7%, com dados mais fracos sobre encomendas de máquinas no Japão

As bolsas de valores asiáticas deram sequência às últimas sete semanas de perdas e fecharam em baixa nesta segunda-feira, por preocupações de que a recuperação econômica global esteja perdendo força.

Receios sobre a lenta retomada econômica dos Estados Unidos, a desaceleração do crescimento da China e da Índia e os problemas de dívida pública na zona do euro faziam o índice MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão cair 0,32% às 7h53 (horário de Brasília), tendo chegado ao menor nível em dois meses e meio.

Com o plano de compra de bônus do Federal Reserve terminando com uma última compra de US$ 50 bilhões  em Treasuries nesta semana, investidores esperam que as bolsas, os bônus, o ouro e o euro se desvalorizem, segundo uma pesquisa sa Reuters com 64 analistas e gestores de fundos.

O fim da segunda rodada de estímulos do Fed pode reduzir a onda de capital que tem viajado para a Ásia nos últimos meses, com investidores buscando rendimentos mais altos e obrigando os bancos centrais da região a apertar a política monetária.

Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 0,7%, por dados fracos sobre as encomendas de máquinas no Japão, sinalizando lentidão na demanda relacionada à reconstrução após o terremoto de março.

O mercado de ações de Xangai se desvalorizou 0,18%, com preocupações sobre a reestruturação da dívida dos governos locais da China e temores sobre mais medidas de aperto monetário para conter a inflação.

O índice de Seul teve leve alta de 0,1%. Em Hong Kong, o mercado subiu 0,39% e a bolsa de Taiwan retrocedeu 1,41%. Cingapura encerrou em queda de 0,63% e Sydney fechou com ganho de 0,27%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.