Tamanho do texto

Novos indicadores dos Estados Unidos e da Europa e danos causados pelo furacão Irene comandavam operações

O andamento dos negócios nos mercados acionários internacionais, novos indicadores econômicos dos Estados Unidos e Europa e a contabilidade dos danos deixados pelo furacão Irene guiavam as operações nas praças de petróleo nesta jornada.

Os investidores estão à espera da ata do Federal Reserve (Fed), que sai ainda hoje, do relatório americano de energia e de dados sobre o mercado de trabalho dos EUA, que saem ao longo desta semana.

O instituto Conference Board apontou que o índice de confiança do consumidor americano ficou em 44,5 em agosto, o menor nível desde abril de 2009. Em julho, a leitura registrada correspondeu a 59,2. Há pouco, em Nova York, o WTI para outubro aumentava US$ 1,15, a US$ 88,42.

O contrato para novembro subia US$ 1,10, para US$ 88,67.Em Londres, o Brent com entrega em outubro tinha alta de US$ 1,90, saindo a US$ 113,78. O vencimento de novembro marcava US$ 113,08, com valorização de US$ 1,79.