Tamanho do texto

Há pouco, barril tipo Brent registrava queda 1,7%, cotado a US$ 107,66

O petróleo tipo Brent opera em queda nesta segunda-feira diante da perspectiva de que o conflito travado há meses entre as forças do coronel Muammar Kadafi e os rebeldes na Líbia esteja muito perto de seu final. Há pouco, o preço do barril recuava 1,71%, para US$ 107,66.

Segundo os analistas, o custo do barril tendeu esta manhã à queda de forma notável por causa da esperança de um final para o conflito na Líbia, onde os rebeldes ao regime do líder Muammar Kadafi tomaram quase a totalidade de Trípoli, o que representaria a restauração das provisões de petróleo do país norte-africano e um aumento na provisão global.

Quando a tensão na Líbia se transformou no começo do ano em confronto aberto entre os manifestantes da oposição e o regime de Muammar Kadafi, os preços do petróleo dispararam.

A crise na Líbia provocou então severas restrições das provisões nesse país, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) que tem as maiores reservas de petróleo da África e duodécimo exportador mundial.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.