Tamanho do texto

Saques superaram depósitos em R$ 1,3 bilhão no mês; no acumulado do ano, poupança tem retirada de R$ 3,06 bilhões

A caderneta de poupança registrou saques acima dos depósitos no valor de R$ 1,301 bilhão em maio, informou o Banco Central (BC). Este é o maior volume de resgate líquido para meses de maio desde 2006. Na comparação mensal, no entanto, o saldo negativo foi menor ao registrado em abril (R$ 1,762 bilhão).

O resultado já reflete as medidas de aperto de crédito. O patrimônio líquido das cadernetas de poupança subiu a R$ 386,151 bilhões no mês passado, ante R$ 385,374 bilhões da posição de abril.

Segundo o BC, a aplicação mensal na poupança atingiu R$ 107,404 bilhões, mas as retiradas dos aplicadores somaram R$ 108,404 bilhões, em maio.

A variação positiva do estoque de investimentos na poupança decorre dos rendimentos adicionados pelos bancos, no valor de R$ 2,079 bilhões. A caderneta de poupança tem rentabilidade pela variação da Taxa Referencial de juros (TR), acrescida de 0,5% mensais.

( Com Valor Online )

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.