Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo encerraram a semana em queda, acompanhando a pressão dos últimos dias sobre os mercados acionários. Em Nova York, o contrato do WTI para setembro caiu US$ 0,35, para US$ 75,39, enquanto o vencimento de outubro fechou a US$ 75,77, com queda de US$ 0,38. Em Londres, o Brent de setembro foi cotado a US$ 75,11, com perda de US$ 0,41, e o ativo para outubro atingiu US$ 75,52, após recuo de US$ 0,38.

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo encerraram a semana em queda, acompanhando a pressão dos últimos dias sobre os mercados acionários. Em Nova York, o contrato do WTI para setembro caiu US$ 0,35, para US$ 75,39, enquanto o vencimento de outubro fechou a US$ 75,77, com queda de US$ 0,38. Em Londres, o Brent de setembro foi cotado a US$ 75,11, com perda de US$ 0,41, e o ativo para outubro atingiu US$ 75,52, após recuo de US$ 0,38. O pregão foi o quarto consecutivo marcado pelo recuo dos principais índices de Wall Street. O dólar, por sua vez, apresentou valorização frente às principais moedas, desestimulando a busca pelas commodities. O tom negativo hoje foi estimulado pelas vendas no varejo dos EUA, que avançaram 0,4% em julho, abaixo das expectativas da maioria dos analistas. Os estoques das empresas dos Estados Unidos também influenciaram as negociações, com aumento de 0,3% em junho, perante maio, para US$ 1,36 trilhão. Em maio, houve alta de 0,2%. Também foi divulgado hoje o índice de confiança do consumidor americano, que está melhorando em agosto, de acordo com estudo preliminar da Universidade do Michigan. O indicador que mede esse sentimento ficou em 69,6 pontos agora, ante os 67,8 de julho. (Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.