Tamanho do texto

Na Nymex, contrato para outubro subiu US$ 1,90 (2,22%), fechando a US$ 87,27 o barril

selo

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta, com os operadores ignorando os impactos mínimos do furacão Irene na infraestrutura do setor e acompanhando os ganhos das Bolsas de Nova York. O petróleo havia subido no fim da semana passada devido às potenciais interrupções na produção causadas pela tempestade na Costa Leste dos EUA.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato para outubro subiu US$ 1,90 (2,22%), fechando a US$ 87,27 o barril. Na plataforma ICE, o petróleo do tipo Brent avançou US$ 0,52 (0,47%), a US$ 111,88 o barril.

Os prejuízos causados pelo furacão Irene à indústria petroleira foram menores do que o previsto. Apenas algumas poucas refinarias do nordeste dos EUA registraram problemas. A refinaria da ConocoPhillips em Trainer (Pensilvânia) funcionou com 80% da capacidade no sábado, mas hoje já retornou aos níveis normais, segundo operadores. Já a refinaria de Linden (New Jersey) foi fechada completamente na tarde de sábado e permaneceu inoperante hoje.

Outro fator que deu suporte ao petróleo foi o aumento nos gastos com consumo nos EUA em julho. Segundo o Departamento de Comércio, os gastos dos consumidores avançaram 0,8% no mês passado, o maior ganho em cinco meses. Sinais de uma desaceleração na economia dos EUA, os maiores consumidores de petróleo do mundo, têm tirado um pouco da força do petróleo nos últimos meses. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.