Tamanho do texto

Preços futuros do petróleo negociados em Nova York se recuperaram das perdas observadas mais cedo e são negociados em alta

selo

Os preços futuros do petróleo negociados em Nova York se recuperaram das perdas observadas mais cedo e são negociados em alta, após a divulgação de indicadores econômicos positivos nos Estados Unidos. Às 10h35 (horário de Brasília), o contrato do petróleo tipo WTI para julho subia 0,36%, para US$ 97,62 por barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). O contrato do petróleo tipo Brent para julho, negociado na plataforma ICE, avançava 0,81%, para US$ 120,07 por barril.

Segundo o Departamento do Comércio dos EUA, as vendas do varejo norte-americano caíram 0,2% em maio em relação ao mês anterior, a primeira queda em 11 meses. Os economistas esperavam retração de 0,6% das vendas em maio.

O Departamento do Trabalho do país também reportou, em outro comunicado, que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) subiu 0,2% em maio ante abril, levemente acima da previsão de alta de 0,1%. O núcleo do PPI subiu 0,2% em maio ante abril, como previsto.

Os preços dos contratos do petróleo Brent acima de US$ 120 por barril são resultado da diminuição da oferta de petróleo leve e bruto por causa da guerra civil na Líbia e problemas de produção no Mar do Norte e na Nigéria.

A força do Brent deverá continuar intacta apesar dos esforços da Arábia Saudita para tranquilizar ao mercado sobre o aperto da oferta de petróleo global, afirmando que produzirá mais petróleo, visto que a maioria da capacidade ociosa do reino é composta por petróleo de qualidade menor que o petróleo atualmente ausente do mercado, incluindo o do Mar do Norte e da Líbia, afirmaram analistas. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.