Tamanho do texto

Contratos refletem temores de nova recessão global

selo

Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda hoje com os receios sobre o ritmo do crescimento econômico global. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de petróleo para setembro caiu US$ 1,23 (-1,40%), a US$ 86,65 o barril. O petróleo do tipo Brent recuou US$ 0,44 (-0,40%), fechando a US$ 109,47 o barril na plataforma ICE.

Hoje, o Escritório Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) divulgou que a economia do país cresceu apenas 0,1% no segundo trimestre, em relação ao primeiro trimestre. Já a economia da zona do euro teve expansão de 0,2%, na mesma base de comparação.

Nos EUA, dados do Federal Reserve mostraram que a produção industrial do país avançou 0,9% em julho, acima da expectativa de 0,6%. Por outro lado, o Departamento de Comércio divulgou que a construção de moradias iniciadas em julho diminuiu 1,5% ante junho. Embora o número tenha sido um pouco melhor do que os analistas esperavam, a construção permanece abaixo do nível considerado saudável, que os economistas calculam entre 1 milhão e 1,5 milhão.

"Nós estamos sendo influenciados mais pelos mercados financeiros do que pelos fundamentos" de demanda e oferta no setor de petróleo, afirma Gene McGillian, corretor e analista da Tradition Energy. Segundo ele, o petróleo pode se descolar desses mercados se houver alguma surpresa nos dados sobre os estoques dos EUA, que serão divulgados amanhã pelo Departamento de Energia (DOE). As informações são da Dow Jones.