Tamanho do texto

Empresa descarta elaboração de oferta global de ações, sem direito de preferência

RIO - A Petrobras reiterou sua intenção de realizar o processo de capitalização pela modalidade de oferta pública de ações, com prioridade de alocação aos detentores de ações de emissão da companhia, visando realizá-la em setembro.

O comunicado enviado hoje ao mercado pela empresa descarta a possibilidade de que esteja em elaboração uma oferta global de ações, aberta a todos os interessados e sem direito de preferência, conforme noticiado pelo jornal Folha de São Paulo.

"Dessa forma, a Petrobras reafirma informações divulgadas em 30 de abril de 2010, conforme arquivamento na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e demais mercados onde a Petrobras tem suas ações negociadas", diz o comunicado, lembrando que a empresa está em período de silêncio até a publicação do anúncio de encerramento da oferta pública de ações. (Rafael Rosas | Valor)