Tamanho do texto

Preço do metal no mercado futuro encerrou sexta-feira no menor nível em cinco semanas

selo

O preço do ouro caiu no mercado futuro e fechou no menor nível em cinco semanas, pressionado pela apreciação do dólar, que torna o metal mais caro para os detentores de outras moedas. O índice ICE Dollar, que monitora o valor da divisa em relação a uma cesta de moedas, subiu nesta sexta-feira e tocou o maior nível desde 17 de fevereiro.

O contrato do ouro para abril negociado na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), caiu US$ 12,40, ou 0,72%, para US$ 1.709,80 por onça-troy - menor fechamento desde 25 de janeiro. Ao longo da semana, o preço do metal teve queda de US$ 66,60, ou 3,8%, declínio mais acentuado desde a semana encerrada em 16 de dezembro. O contrato da prata para maio recuou US$ 1,136, ou 3,18%, para US$ 34,525 por onça-troy.

Até terça-feira, o ouro acumulava alta de 14% em 2012, impulsionado por expectativas de que o Federal Reserve voltaria a injetar dinheiro no sistema financeiro por meio da compra de Treasuries e de ativos ligados a hipotecas. Apesar disso, declarações recentes do presidente da instituição, Ben Bernanke, diminuíram as aposta nesse cenário e pesaram sobre o metal.

"Temos operadores e investidores que não querem ficar com ouro na mão se tivermos uma correção", disse Jeffrey Wright, diretor-gerente e analista de metais da Global Hunter Securities. "Eles vão correr para a saída muito rapidamente sem olhar para trás", acrescentou.

Dados divulgados hoje pelo Royal Bank of Scotland mostraram que os fundos de índice em ouro detinham 2.469 toneladas do metal no final de fevereiro, um volume recorde e 32 toneladas superior ao registrado em janeiro. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.