Tamanho do texto

Ações de tecnologia ficaram entre as que apresentaram o melhor desempenho na sexta-feira

selo

Após oscilarem entre ganhos e perdas ao longo da sessão, os índices do mercado de ações dos EUA fecharam em alta, em sua maioria, puxados essencialmente pelo avanço nos papéis do segmento de tecnologia. Os operadores, no entanto, optaram por adotar uma postura de cautela, à espera de um eventual acordo entre as autoridades financeiras do G-20, reunidas na Coreia do Sul, a respeito do gerenciamento das taxas de câmbio.

"Precisamos de uma direção em relação ao que vai acontecer com as moedas", disse Michael Farr, presidente da gerente de portfólios Farr, Miller & Washington. Ele afirmou não ter ficado incomodado com o fato de a "sexta-feira aparentemente ter sido um dia insosso" mesmo após a divulgação de vários resultados corporativos que superaram as expectativas recentemente.

Aproximadamente três quartos das empresas do S&P 500 que divulgaram resultados financeiros até o momento superaram as expectativas de analistas, mas ainda há preocupação com o pano de fundo econômico. "Grande parte das movimentações não está sendo baseada apenas nos balanços, mas também na perspectiva de mais dinheiro por parte do Federal Reserve", acrescentou Farr.

O Dow Jones caiu 14,01 pontos, ou -0,13%, para 11.132,56 pontos, mas acumulou alta de 0,63% na semana. O declínio no índice nesta sexta-feira foi liderado por American Express (-3,08%) e Verizon Communications (-1,32%). Ambos os componentes apresentaram lucro maior que o esperado, mas foram pressionados por receios com a fraca demanda por novos empréstimos, no caso da Amex, e pela diminuição no ritmo de crescimento do número de assinantes, no caso da Verizon.

O Nasdaq subiu 19,72 pontos, ou 0,80%, para 2.479,39 pontos, e teve ganho semanal de 0,43%. O S&P 500 avançou 2,82 pontos, ou 0,24%, para 1.183,08 pontos, acumulando alta de 0,59% na semana.

 As ações de tecnologia estavam entre as que apresentaram o melhor desempenho da sessão. A Compuware e a Amazon.com divulgaram lucros maiores do que aqueles previstos por analistas de Wall Street e subiram respectivamente 12,47% e 2,52%.

O setor de energia foi impulsionado pela Schlumberger, cujas ações avançaram 5,38% depois de a companhia divulgar que seu lucro no terceiro trimestre mais que dobrou em comparação a igual período do ano passado. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.