Tamanho do texto

Junto com as notas dos bancos, a agência elevou o rating de dívida sênior de longo prazo da BMF&Bovespa

Após melhorar a nota do Brasil , a Moody's anunciou a elevação dos ratings de depósito e dívida em moeda estrangeira de diversos bancos instalados no país.

Tiveram notas elevadas as instituições financeiras públicas Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além dos privados Itaú Unibanco, Itaú BBA, Bradesco, Votorantim, Safra e Banco Alfa de Investimento, junto com as filiais brasileiras dos bancos Santander, Citibank, HSBC e ING.

A elevação, segundo a Moody's, se fundamenta na melhora da nota soberana brasileira, sem relação com os avanços dos bancos relacionados ou do sistema bancário. Junto com as notas dos bancos, a Moody's elevou de Baa2 para Baa1 o rating de dívida sênior de longo prazo - e em moeda estrangeira - da BMF&Bovespa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.