Tamanho do texto

Agência vê crise da dívida dos países como ameaça à instituição

A agência de classificação de risco Moody's anunciou nesta quinta-feira que coloca em revisão para possível rebaixamento as avaliações de 13 instituições financeiras da América Latina, inclusive a da BM&FBovespa.

A decisão da agência, anunciada em comunicado de imprensa, também afeta 7 entidades da Bolívia, 3 da Colômbia, 1 do México e 1 do Paraguai.

As instituições bolivianas agora sob revisão da Moody's são: Banco Mercantil Santa Cruz, Banco Solidario, Banco Bisa, Bisa Leasing, Banco de Crédito de Bolivia, Banco Nacional de Bolivia e Banco Los Andes Procredit.

As demais empresas envolvidas pela medida são: BBVA Paraguay, Banco Santander (México), Banco de Bogotá e Grupo Aval Acciones y Valores e Grupo Aval Limited.

A Moody's justificou as medidas anunciados nesta quinta-feira por recentes alertas feitos em nível mundial sobre os vínculos entre as instituições financeiras afetadas e o risco creditício da dívida soberana dos países.

A agência destaca que as revisões focam no grau de correlação entre a qualidade do crédito soberano e os perfis de determinados emissores cujos ratings estão hoje acima do concedido a seus respectivos países.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.