Tamanho do texto

Manifestações aconteceram em uma estação ferroviária de Anyang, na província de Henan

Milhares de manifestantes se reuniram em uma estação ferroviária numa cidade da China central para protestar contra golpes financeiros e contra a incapacidade das autoridades em evitá-los, segundo relatos da imprensa e do governo nesta segunda-feira.

O protesto aconteceu no domingo na estação de Anyang, na província de Henan, sob forte policiamento, segundo o jornal Mingpao, de Hong Kong. Alguns moradores diziam que pretendiam apanhar trens para levar suas queixas a Pequim.

Fotos no Mingpao e no site Weibo (um serviço de microblogues) mostram milhares de pessoas na praça em frente à estação sendo observadas por policiais. As fotos não mostravam cenas de violência.

Notícias dos últimos meses mostram que a quebra de esquemas ilegais de investimentos se tornaram um sério problema para o governo de Anyang, uma região predominantemente rural, com 5,2 milhões de habitantes, 500 quilômetros a sudoeste de Pequim.

A cada ano, a China registra dezenas de milhares de protestos isolados por causa de confiscos fundiários, corrupção e problemas econômicos. O regime comunista chinês teme que essas insatisfações se fundam em uma onda de protestos que abale o seu controle. O caso de Anyang é significativo por misturar descontentamento econômico e suspeitas de corrupção.

Nesta segunda-feira, o governo de Anyang divulgou nota reconhecendo o protesto e prometendo medidas mais duras contra investimentos que prometem dividendos excepcionais.

A nota, assinada por um dirigente comunista local, diz que o protesto foi contido, mas revelou "elos fracos na forma como lidamos com os esquemas ilegais de investimentos".

Em outubro, o jornal chinês 21st Century Business Herald noticiou que muitos operadores de investimentos clandestinos em Anyang haviam fugido, já que seus esquemas para a geração de dividendos a partir do mercado imobiliário e de outras aplicações haviam começado a desmoronar.

O Mingpao disse que a polícia começou a investigar centenas de suspeitos pelas fraudes. Sites usados por moradores de Anyang, no entanto, estão cheios de relatos sobre a demora das autoridades em reprimirem as irregularidades.

"Se o governo não tivesse tolerado isso, nunca teria havido tantos esquemas ilegais de investimento", disse uma mensagem no fórum local do site chinês Baidu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.