Tamanho do texto

Ibovespa sobe 4,34% no mês e acumula valorização próxima de 16% no ano

A Bolsa de Valores de São Paulo foi a aplicação mais rentável de fevereiro, com alta de 4,34% no mês, mesmo após queda de 0,22% no pregão desta quarta-feira . Logo atrás vêm os fundos de renda fixa, com rendimento máximo de 0,95%, dependendo da taxa de administração. No acumulado do ano, o Ibovespa, principal índice da praça paulista, acumula alta de 15,96%. Assim, em dois meses a Bolsa recupera boa parte das perdas de 2011, quando registrou queda de 18,11% e foi o pior investimento do ano.

- Veja também quais foram as melhores aplicações em janeiro

A bolsa brasileira seguiu a alta dos mercados acionários ao redor do mundo, que ficou na faixa entre 5% e 10% em fevereiro. "As notícias continuaram a alimentar o bom humor dos mercados", diz Fábio Colombo, administrador de investimentos. "A evolução na formalização do acordo da Grécia com as autoridades européias e o Fundo Monetário Internacional (FMI), a redução do custo de mercado das dívidas da Itália e Espanha e a perspectiva de um crescimento maior da economia americana foram os fatos relevantes para o bom desempenho", explica.

Confira o ranking das aplicações em fevereiro

Marcado de ações fecha o mês como a melhor opção de investimento

Gerando gráfico...
Fonte: Fabio Colombo / Variação em %

Como a bolsa vem de dois meses de forte alta, é possível que haja uma realização de lucros em março, segurando a cotação das ações, acredita o analista. "Em razão da alta do Ibovespa em fevereiro, a recomendação é de venda gradativa e parcial da carteira de ações", diz Colombo.

Numa perspectiva mais longa, o analista acredita que os ganhos da renda variável devem continuar atrativos. "Em termos estatísticos, a projeção para os próximos 12 meses, com nível de 95% de confiança, é um ponto médio de 76.000 pontos para o Índice Bovespa (alta de 15% em relação aos 66 mil pontos atuais), com máxima de 129.000 (alta de 96%) e mínima de 54.000 pontos (queda de 18%)", diz.

O ouro, que havia sido a melhor aplicação de 2011 , termina fevereiro com rentabilidade de 0,42%, o que faz do metal apenas a sexta melhor aplicação do mês. No acumulado do ano, o ouro subiu 1,05%, ficando na sétima posição entre as opções de investimento.

Entre as principais aplicações, a única que encerrou o mês com rentabilidade negativa foi o dólar. A moeda americana termina fevereiro valendo 1,77% a menos que no fechamento de janeiro . A desvalorização se deve principalmente à enxurrada de dólares que tem entrado na economia brasileira, onde os investidores encontram riscos baixos e boa remuneração, através de juros altos. O dólar acumula queda de 8,19% em 2012, sendo a pior aplicação do ano até agora.

Aplicação: acumulado do ano

Veja a variação das principais opções de investimento em 2012

Gerando gráfico...
Fonte: Fabio Colombo / Variação em %

Para março, o analista aponta que as principais variáveis a serem acompanhadas são os detalhes do acordo final sobre a dívida da Grécia e a evolução do custo de rolagem das dívidas da Itália e Espanha. Além disso, vale ficar de olho nas projeções sobre a desaceleração da economia europeia, assim como nos dados sobre o crescimento das economias de China, EUA, Europa e Japão. No Brasil, o nível de crescimento e de inflação devem ser acompanhados pelos investidores.