Tamanho do texto

Meirelles: é cedo para novas medidas contra fluxo

NOVA YORK (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que o Brasil está tomando todas as ações necessárias para evitar uma bolha por conta do fluxo de capital para o país.

Questionado sobre novas possíveis medidas para desacelerar o ingresso de recursos que tem feito o real se valorizar, Meirelles disse que as autoridades precisam ver o efeito das ações já tomadas.

"O mercado está volátil, exatamente com essas medidas. O mercado está reagindo muito a notícias de fontes anônimas. Então nós temos que esperar um pouco o efeito dessas medidas para esperar o mercado se estabilizar", afirmou em Nova York.

O Brasil vem adotando medidas para abrandar a valorização do real, com taxação sobre aplicações de estrangeiros.

"A parte mais perigosa da equação é quando você tem uma bolha que é basicamente gerada por expansão do crédito", disse. "A questão, de novo, é manter o equilíbrio... não permitir que o excesso de liquidez cria os tipos de desequilíbrios que estão se mostrando ser tão negativos e gerando perdas para muitos países."

(Por Daniel Bases)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.