Tamanho do texto

SÃO PAULO - O tom negativo do dia dita a formação de preço no câmbio local e externo

. Dados negativos sobre a economia americana e o impasse na formatação de um plano de resgate para a Grécia deixam os agentes mais cautelosos. Por volta das 12h20, o dólar comercial apontava alta de 0,75%, a R$ 1,594 na venda, depois de fazer máxima a R$ 1,595. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar para julho tinha alta de 0,56%, a R$ 1,599. Pela análise gráfica, superado o R$ 1,598, R$ 1,602 e R$ 1,605. No câmbio externo, o Dollar Index, que mede o desempenho da divisa americana ante uma cesta de moedas, subia 0,89%, a 75,08 pontos. Enquanto o euro perdia mais de 1%, a US$ 1,428. Cabe lembrar que no começo do mês a moeda chegou a US$ 1,47. Dando cara à aversão de risco, o VIX, que mede a volatilidade das opções na bolsa americana e é visto com um termômetro do medo do mercado, subia 5,53%, a 19,27 pontos. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.