Tamanho do texto

Empresa foi comprada pela Thomson Reuters e quer expandir negócios para a América Latina. Já há conversas com Colômbia e Argentina

A Mastersaf abandonou os planos de lançar ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) . A companhia, líder em gestão fiscal e tributária para grandes empresas no Brasil, pretendia usar os recursos para crescer, mas outro tipo de dinheiro chegou antes disso, tornando o processo desnecessário.

Mastersaf desistiu de lançar ações, diz Coli
Divulgação
Mastersaf desistiu de lançar ações, diz Coli
Claudio Coli, presidente da Mastersaf, conta que a empresa foi vendida para a Thomson Reuters em meados de maio. Ele não divulga cifras, mas diz que o negócio eliminou, em princípio, a necessidade de captação via ações. “A Thomson Reuters também já é uma empresa de capital aberto nos Estados Unidos”, lembra.

Apesar da mudança de fonte de financiamento, os planos de crescimento continuam de vento em popa. Coli diz que um dos objetivos da companhia, que agora é um braço de soluções fiscais e tributárias da Thomson Reuters, é expandir os negócios para a América Latina. “Já iniciamos conversas com Argentina e Colômbia.”

De acordo com o presidente da Mastersaf, o Brasil está se transformando em modelo de serviços fiscais, com produtos como a nota fiscal eletrônica. “É um caso de sucesso da receita federal brasileira e os clientes de outros países estão pedindo nossas soluções”, diz. Ele conta que também há demanda de usuários do México.

No Brasil, a companhia pretende acelerar a consolidação prevista anteriormente. Também quer ampliar o atendimento a empresas médias, mantendo as soluções locais e agregando as globais, da Reuters.

No mercado há 22 anos, a Mastersaf tem atualmente 160 funcionários diretos e 1.500 indiretos. Suas soluções integram os pacotes de gestão empresarial da alemã SAP e da americana Oracle - as duas maiores fornecedoras globais desse tipo de software.

Veja mais:

Nota Fiscal Paulistana deve ser aprovada até o final do mês

Nota fiscal eletrônica agora é obrigatória no País

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.