Tamanho do texto

Maior banco europeu em termos de capitalização de mercado reverteu perda bilionária registrada no mesmo período em 2009

selo

O HSBC, maior banco europeu em termos de capitalização de mercado, anunciou hoje que seu lucro líquido no primeiro semestre deste ano dobrou em relação a igual período do ano passado, beneficiado pela redução dos encargos com depreciação.

O lucro líquido do banco no primeiro semestre foi de US$ 6,76 bilhões, cerca de R$ 11,8 bilhões, ante US$ 3,35 bilhões, cerca de R$ 5,8 bilhões, em igual período do ano passado. Já o lucro antes de impostos foi de US$ 11,1 bilhões, ante os US$ 5,02 bilhões do primeiro semestre de 2009.

Analistas esperavam resultado de US$ 9,3 bilhões. Os resultados incluem um ganho de US$ 1,13 bilhão em razão de ajustes no valor da dívida do próprio HSBC. No primeiro semestre do ano passado, a instituição teve uma perda de US$ 2,3 bilhões por conta do mesmo ajuste. Os bancos podem contabilizar ganhos se o valor de suas dívidas cai - já que, teoricamente, a recompra dessas dívidas ficaria mais barata. Se o valor da dívida sobe, no entanto, devem ser contabilizadas as perdas.

Os custos com depreciação diminuíram para US$ 7,52 bilhões no primeiro semestre, de US$ 13,93 bilhões em igual período do ano passado. Embora o banco tenha obtido lucro em todos os seus grupos de clientes, a unidade de banco de investimentos registrou um declínio de 13% no lucro antes de impostos do primeiro semestre, para US$ 5,63 bilhões.

Analistas afirmaram que as operações de banco de investimento do HSBC tiveram, no entanto, um desempenho melhor que a de seus pares europeus e norte-americanos, principalmente por conta da elevada exposição da instituição à Ásia.

"Os resultados gerais foram bastante positivos, com uma queda nos custos com depreciação e um lucro sustentado na unidade de banco de investimento", disse o analista Joseph Dickerson, da Execution Noble. Ele afirmou, porém, que o aumento de 8,7% nos custos operacionais, para US$ 18,11 bilhões, foi maior que a expectativa.

O HSBC divulgou ainda que sua taxa de capital Tier 1 - uma medida de solidez financeira - estava em 9,9% até 30 de junho, ante índice de 9,4% registrado em 31 de dezembro. O banco, assim como outras instituições financeiras do Reino Unido, foi aprovado recentemente em testes de estresse aplicados pela União Europeia. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.