Tamanho do texto

Resultado de R$ 294 milhões é 3,8% menor que o aferido no 2º trimestre de 2010

SÃO PAULO - A BM&FBovespa anunciou nesta terça-feira que fechou o segundo trimestre com lucro líquido atribuído a acionistas de R$ 294,2 milhões, queda 3,8% em relação ao ganho apurado em igual período de 2010.

Mesmo com o recuo, o resultado ficou acima da média das estimativas de analistas obtidas pela Reuters, que apontava para lucro trimestral de R$ 272 milhões.

Já o lucro líquido ajustado "pelo reconhecimento de passivo diferido da amortização do ágio, plano de opções de compra de ações, e equivalência patrimonial da participação da companhia no CME" totalizou R$ 409,2 milhões, queda de 3,6% na comparação anual.

O CME Group, maior grupo operador de bolsas de futuros dos Estados Unidos, tem uma aliança estratégica com a BM&FBovespa, com participação acionária cruzada entre as bolsas.

O resultado operacional da companhia, medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 313,2 milhões, variação negativa de 8,9%o na comparação anual. A margem Ebitda caiu de 72,3 para 67% na mesma base de comparação.

A receita líquida da empresa foi de R$ 467,6 milhões nos três meses até junho, queda de 1,7% na relação anual.

(Por Carolina Marcondes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.