Tamanho do texto

Tecnologia foi desenvolvida no Brasil e a Itautec já pediu a patente do uso

selo

Depois do cinema e da televisão, a terceira dimensão chegou ao setor bancário. A Itautec desenvolveu o primeiro caixa eletrônico com a tecnologia 3D. No terminal, o cliente faz todas as operações financeiras, como saques e consultas de saldos, sem contato físico com o equipamento, por meio de comandos com gestos.

Ao contrário do cinema, não é necessário o uso de ósculos especiais para ver as imagens em 3D. O cliente faz os comandos das operações bancárias por meio de gestos sobre estas imagens (que indicam o tipo de serviço oferecido, como saques e consultas). A tecnologia foi desenvolvida no Brasil e a Itautec já pediu a patente do uso.

Segundo o vice-presidente da empresa e responsável pela área de tecnologia, Wilton Ruas, não há notícias de um terminal bancário semelhante no mundo atualmente. Não há prazo para o caixa eletrônico 3D chegar ao mercado. "A tecnologia está pronta e agora estamos checando o interesse dos bancos", afirmou Ruas. O novo caixa está sendo apresentado no Ciab, maior feira de tecnologia bancária da América Latina, e tem gerado constantes filas de interessados no estande da empresa para ver a demonstração de como funciona o equipamento.

"O interesse tem nos surpreendido. É uma quebra de paradigma no autoatendimento bancário." Outra vantagem da tecnologia 3D, na avaliação do executivo, é que os cofres dos caixas eletrônicos podem ficar separados das telas que fazem a interface com o cliente e não precisam ficar visíveis. Por isso, os caixas ficam menos sujeitos a arrombamentos. No caso de um saque, um canal leva as notas do cofre até o espaço onde o cliente retira o dinheiro.

Em um caixa tradicional, o terminal é um único componente, com as telas e o cofre em uma caixa única. A Itautec não revela valores investidos no projeto. Em 2010, a empresa investiu R$ 70 milhões em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. Entre outros produtos, a empresa desenvolveu um caixa eletrônico que reconhece o rosto do cliente do banco e cancela a operação se uma nova pessoa aparecer na tela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.