Tamanho do texto

Aprovação de 15 dos 19 bancos nos testes de estresse e a melhora da avaliação do Fed sobre a economia

Os índices das principais bolsas europeias operam em alta nesta quarta-feira, ajudados pelos resultados do teste de estresse dos bancos dos Estados Unidos e com o aparente otimismo do banco central norte-americano em relação à economia do país.

Leia mais: Bolsas da Europa têm sinais mistos

Ontem, o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) divulgou o resultado do teste de estresse, indicando que três dos 19 bancos analisados foram reprovados no exercício. O Citigroup, SunTrust e Ally Financial não passaram no teste.

O comunicado do Fed também foi bem recebido pelo mercado. Ontem, o banco central decidiu manter a taxa básica de juros entre zero e 0,25% ao ano e afirmou que esse nível deve permanecer até 2014. Além disso, a avaliação da economia norte-americana no último comunicado passou de “moderada” para “modesta”.

Também mexe com as negociações de hoje o resultado do leilão de títulos da dívida do da Itália, que aconteceu nesta manhã. O Tesouro do país vendeu integralmente a oferta de 6 bilhões de euros a yields mais baixos.

Pouco depois das 9 horas (de Brasília), a bolsa de Londres operava com o índice FTSE em alta de 0,37%, enquanto em Paris o CAC-40 subia 0,73% e em Frankfurt o Dax avançava 1,19%. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.