Tamanho do texto

Pregão teve volume baixo de negócios e foi impulsionado por notícias de recompra de ações da Apple

selo

Os índices de ações da bolsa de valores de Nova York (Nyse) fecharam em ligeira alta hoje, numa sessão de volume relativamente baixo de negócios na qual o sentimento dos investidores foi insuflado pelas notícias de que a Apple distribuirá dividendos e recomprará papéis. As ações também contaram com o suporte da alta do euro devido à fixação dos preços sobre os contratos de swap de default de crédito (CDS) relacionados à dívida da Grécia.

Leia também:
Bovespa fecha em ligeira alta de 0,07%
Dólar volta a fechar em alta e encerra a R$ 1,81

O índice industrial Dow Jones subiu 6,51 pontos (0,05%), fechando em 13.239,13 pontos. Trata-se do oitavo fechamento em alta em nove sessões. A ligeira alta do Dow foi atribuída à leitura estável de dados de moradia nos Estados Unidos, enquanto as notícias da Apple estimularam o setor de tecnologia. O índice Nasdaq avançou 23,06 pontos (0,75%), encerrando o pregão em 3.078,32 pontos. Já o índice Standard & Poor's 500 terminou em alta de 5,58 pontos (0,40%), a 1.409,75 pontos.

Os papéis da Apple fecharam em alta de US$ 15,53 (2,65%), a US$ 601,10 por ação, depois de a gigante da informática ter anunciado que irá pagar dividendo trimestral de US$ 2,65 por ação e que tem planos de recomprar até US$ 10 bilhões em ações. Trata-se de um recorde histórico para as ações da Apple, que pela primeira vez fecham acima de US$ 600.

Leia também: Bolsas na Europa caem sob cautela de investidores

A decisão de pagar dividendo representa uma mudança significativa para uma empresa que normalmente alegava necessitar de dinheiro para assegurar o fornecimento de componentes para seus produtos. O pagamento custará à companhia US$ 9,88 bilhões por ano e terá um yield (retorno ao investidor) de 1,81%, abaixo dos yields atuais da Microsoft, de 2,45%, e da Intel, de 3,03%. Além disso, o conselho da Apple autorizou a recompra de ações, no valor de até US$ 10 bilhões, a partir de 30 de setembro, quando terá início o ano fiscal de 2013

"A Apple está fornecendo algumas boas notícias. O mercado está feliz em ver empresas dando retorno em dinheiro aos investidores", disse Judy McDonald Moses, sócia e gerente de portfólio da Evercore Wealth Management em São Francisco. "É um estímulo psicológico", disse ela.

Olhando adiante, os investidores estão à espera de dados referentes às obras de imóveis iniciadas nos EUA e às autorizações de obras, previstas para amanhã, e às vendas de imóveis usados no país, esperadas para a quarta-feira, além de outros importantes indicadores sobre a economia norte-americana aguardados mais para o fim da semana. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.